logo oeiraslogo 1 mob
logo 2
oeirasoeiras
macau
oeiras
symbol oeiras
macau
symbol macau
logo 1
logo 2
pt
lang
en
infoline upart actsmusic actsticketsvenuefacebookinstagramtwitterpinterestyoutubenewsletter

Nascido em Portugal de origem cabo-verdiana, Chullage é rapper, poeta, dizedor, produtor e sound designer. Tem três álbuns de rap editados (Rapresálias 2001, Rapensar 2004 e Rapressão 2012), várias participações em discos e compilações e centenas de apresentações ao vivo. Desenvolve o projecto de spoken word “Preto” com o qual se junta regularmente a diversos músicos para dizer coisas de sua autoria. Nesse âmbito relançou recentemente o projecto de poesia sónica e visual Akapella47. Tem participado em vários eventos de palavra. Ultimamente tem desenvolvido vários projectos em teatro, tendo assinado o desenho de som e composição, e também co-escrita, para várias peças apresentadas em Lisboa e Londres. Tem colaborado também com o artista Alexandre Farto aka Vhils no desenho, instalação de som e composição musical das exposições individuais “Dissecção / Dissection”, na Fundação EDP em Lisboa (2014); “Debris – Hong Kong” na Hong Kong Contemporary Art Foundation, em Hong Kong (2016), e “Debris – Macau”, no Centro de Arte Contemporânea / Oficinas Navais Nº1, em Macau (2017), assim como a primeira produção de palco de Vhils, “Periférico”, para a Bienal BoCA, no CCB, Lisboa (2017), onde também actuou. Pertence ao colectivo negro de teatro Peles Negras Máscaras Negras.